Janela com janela

Essa inconsciência gritante,

vai me matar junto a Ela.

Me pisa feito um gigante.

Eu não sou louca,

eu me importo,

e eu choro.

 

Choro por Ela todos os dias.

Porque Ela nem sequer sabe pelo que chorar.

Ela foi poupada do sofrimento de todos nós.

Ela vê o arco-iris,

onde vemos um mar de lamentações.

Ela nem sabe o que fazemos, nem quem somos nós,

mas a Ela demos nossos corações.

 

Mas eu estou enlouquecendo.

Eu posso ouvir enquanto tento dormir.

É uma esquizofrenia real.

Um pedaço de mim

quer rasgar meu peito,

e sentir a calma.

Quer ouvir o silêncio.

 

Mas todos já se cansaram.

E eu me atrasei chorando.

 

Anúncios

Droguem-se todos

Quem nunca assistiu uma daquelas reportagens sobre drogas? Poisé… já perceberam que todos sempre falam que os adolescentes as aderem porque são induzidos pelos amigos ou porque não sabem dos problemas que elas causam, ou porque, simplesmente, são idiotas.

Vou me rebelar contra essa hipocrisia louca e sem-noção. Convenhamos que a maioria dos jovens que usa elas sabe quais são os seus efeitos, e é por esse especifico motivo que eles as usam. Elas trazem a alegria instantânea (que dificilmente eles tem, no seu dia-a-dia) e fazem com que eles esqueçam todos os problemas e as coisas que fazem com que se sitam vazios e sem vida. Ela os leva para longe de todas as pessoas hipócritas do planeta, que só sabem julga-los e critica-los.E vocês ainda acham que eles são um bando de “merdas” que tiveram escolhas melhores. Tá, alguns tiveram… Mas não foram todos.

Mas, ao meu ver, existem outras formas de se drogar. E são exatamente essas que fazem a minha vidar ter mais sentido.

Droguem-se de livros, poesias, músicas…