De carne efêmera,
imortal em essência.
Coração e alma,
À flor da pele.
Desabita.

Ela se encontrou.
Transpôs.
Em algum lugar.
Todo lugar.
Da face finita
ao infinito.

Na imortalidade da lembrança.

(e esse é o abraço que eu encontrei pra te dar)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s