Falta de Humanidade

 

 

Me privo da humanidade,

daquela dos olhos a desandar,

daquela angustiada,

perdida ou achada.

 

Coração a nitrogênio,

congelado,

intocável até,

sem fardos.

 

É uma crise constante,

de uma existência sem ambição,

sem sentimento.

Pautada apenas na frustração.

 

Hora ou outra,

me pego pensando na vida.

Sou uma herege da filosofia,

perdida na própria mente,

achada na poesia.

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Falta de Humanidade

    • Tomei a liberdade de ir lá e ainda de te stalkear. Tenho que falar que é maravilhoso receber um elogio de alguém, que escreve tão bem. Obrigada, vizinha (?) c:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s