Como uma estranha

Tumblr_m0xiy33df21qf0nldo1_500_large

 

Acordo não me sentindo,

não me sentindo eu.

 

As certezas que ela tinha,

foram pelo ralo,

ela abandonou o previsível,

ela não escuta o que eu falo.

 

É um inconsciente do meu ser,

o inconsequente,

não consigo conter.

 

Não é mais de cima que ela pensa,

é de dentro do peito que toma decisões,

é de la que vem esses atos desmedidos,

essas ações.

 

Ela se perdeu no paraíso,

ela achou o prazer das coisas que sempre quis,

vai ver é por isso.

Ela só queria ser feliz.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s